Buscar

Três Macacos Sábios e os Seus Ensinamentos

Atualizado: 29 de Mar de 2019




Reza a lenda que a imagem dos macacos foi levada ao Japão por um monge budista chinês, no século 18. Mizaru Kikazaru Iwazaru, que literalmente significa: miru = olhar, kiku = ouvir, iu = falar e zaru = negar. Então, Mizaru é o que cobre os olhos, Kikazaru é o que tapa os ouvidos e Iwazaru é o que tapa a boca.


Assim, os Três Macacos Sábios são conhecidos pela expressão:

Não ouça o mal, não fale o mal e não veja o mal.


É uma forma de lembrar que, se as pessoas não olhassem, não ouvissem e não falassem o mal alheio, teríamos comunidades completamente pacíficas e harmônicas. Pois, sem a maldade, existiria apenas a positividade, as boas intenções e as energias de vibração alta. Se pudermos evitar ouvir o mal (nos conscientizar de que tipo de música estamos ouvindo, ou que tipo de conversas estamos trocando, ou quais filmes, séries e vídeos estamos vendo), evitar falar o mal (mal dos outros, invejar, cobiçar, julgar), e evitar ver o mal (ter mais compaixão e compreensão pelo sofrimento dos outros), com certeza, estaremos nos encaminhando para um futuro de mais alegrias, mais trocas positivas com o mundo ou outros seres.


Os Três Macacos Sábios nos ensinam, principalmente, que a mudança do mundo é de dentro para fora, podemos mudar o mundo começando por nós mesmos. Estejamos conscientes e abertos para essa mudança, para podermos sempre seguir em direção à nossa evolução.

Namastê!

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo