Buscar

Cristais, Os Cuidados Que Você Precisa Saber


Os cristais e as pedras são poderosos amuletos para você deixar em sua casa, no seu ambiente de trabalho ou carregar junto a você. Eles possuem grandes poderes, quando bem cuidados (limpos, energizados e em uso): eles filtram as energias negativas e as neutralizam, harmonizam o astral das pessoas, dos seres e do ambiente em que está inserido, e também auxiliam no equilíbrio dos chakras, na meditação, dentre muitos outros benefícios. Existem muitos tipos de cristais e pedras, com diferentes propriedades, por isso, é importante achar aquele que mais se adequa às suas necessidades e mantê-lo sempre por perto. Você pode usá-lo como pingente, amuleto, na decoração de sua casa, do trabalho ou onde mais quiser.


Todo cristal acumula em si uma série de energias vindas de pessoas, ambientes, e por toda e qualquer energia intrusa que tenha se estabelecido nele. Dessa forma, torna-se imprescindível limpá-lo - sendo mais importante ainda a limpeza quando se adquire um cristal. Ao limpar seu cristal, ele ficará com sua vibração neutra, por isso, é necessário fazer o processo da energização também, para que assim ele esteja pronto para melhor auxiliar você de acordo com as suas necessidades.



Primeiro, vamos entender as particularidades que algumas pedras levam consigo para depois irmos aos passos de limpeza e energização das mesmas. Recomendamos que você sempre busque conhecer a fundo sua pedra nova, pois cada uma requer cuidados bastante particulares.


  • Pedras sensíveis à água

Pirita, Turmalina Negra, Selenita, Hematita, Lápis Lázuli, Calcita, Malaquita, Howlita, Turquesa e Cianita. Pirita e Hematita - pedras de origem metálica, podem enferrujar quando em contato com a água. Selenita - pedra solúvel e simplesmente se desfaz quando em contato com a água. Turmalina Negra - é uma pedra porosa e sensível, pode se esfarelar se em contato com a água.


  • Pedras sensíveis ao sal

Turquesa, Malaquita, Calcita, Âmbar, Azurita, Topázio, Pedra da Lua, Opala, Selenita, Coral Vermelho - O sal é corrosivo e abrasivo para algumas pedras e não deve ser usado com as pedras mais frágeis, pois correm o risco de ficarem opacas, esbranquiçadas e sem brilho.


  • Pedras sensíveis ao sol e/ou ao calor

Ametista, Água Marinha, Lápis Lázuli, Malaquita, Turmalina, Quartzo Fumê, Quartzo Rosa, Quartzo Verde, Turquesa e Citrino - estas pedras são muito sensíveis ao sol, pois desbotam e perdem suas propriedades à luz solar, e algumas destas chegam a temperaturas muito altas, sendo muito sensíveis a qualquer tipo de calor (sol, fogueiras, e fogo em geral). O ideal para a energização destas pedras com o sol é de 5 minutos apenas, até às 8h da manhã.


  • Pedras que limpam a si

Citrino, Cianita, Azeztulita e Drusa de Cristal - purificam a si mesmos, não precisam do cuidado da limpeza.


  • Pedras que limpam outras

Quartzo transparente, Cornalina e Drusa de Cristal - purificam outros cristais (especialmente úteis para limpar os cristais que são pedras delicadas, quebradiças, ou solúveis em água)


  • Pedras que energizam a si e a outras

Citrino, Granada, Super 7, Alabastro, Selenita, Diamante e Drusa de Cristal - carregam-se sozinhos atraindo a energia vital do universo para seu interior e podem, inclusive, energizar outros cristais.

A Drusa de Cristal, ou Aglomerado, é uma junção de diversas pontas de cristal com uma mesma base. Se você tiver uma drusa de cristal você não precisa se preocupar com a limpeza ou a energização da drusa, porque ao conterem várias pontas de cristal, ela é autolimpante e auto energizante, sendo muito bem aproveitada para limpar e energizar cristais menores que ela, basta deixá-los sobre a drusa por cerca de um dia.


Agora que você já conhece algumas particularidades importantes, podemos ir ao primeiro passo: A limpeza de seus cristais. Para a limpeza, existem diversas formas igualmente apropriadas e eficazes mas saiba que o importante mesmo é o que está ao seu alcance para fazer esse trabalho, não são necessários fazer todos os tipos de processos de limpeza e a sua intenção ao limpar a pedra. A limpeza energética pode ser feita com água ou de modo seco:


  • Água: com água, pode ser realizada em água corrente - na cachoeira, no rio ou no mar. Porém, a forma mais fácil é lavá-las direto na água da torneira mesmo e não precisa ser filtrada (a água corrente pode ficar de difícil acesso para a maioria das pessoas que moram nas cidades mais urbanas). Se estiver chovendo, coloque suas pedras na chuva, este é um excelente método de limpeza e energização ao mesmo tempo.


  • Água com sal grosso: também existe o método da água com sal grosso, um dos mais conhecidos, porém, algumas pedras são muito sensíveis ao sal e/ou à água, como apresentamos acima. Então, o cuidado deve ser dobrado. Se sua pedra for do tipo que não interage negativamente com água e sal, coloque umas pedrinhas de sal grosso num copo d`água e mergulhe seu cristal ali por algumas horas. Depois, lave normal com água e deixe secar ao natural.


  • Purificação com incensos: para casos de pedras delicadas, existe a opção da limpeza com o incenso, que é definitivamente o modo mais seguro de limpeza. Recomendamos que utilize os próprios para limpeza como, por exemplo, incenso de arruda, alecrim, sálvia, sal grosso, lavanda, dentre outros. No mesmo sentido, você pode aplicar uma defumação com ervas ou o próprio palo santo. Deixe a fumaça tocar em todos os pontos da pedra.


  • Assoprar: existe quem assopre a pedra depois de usá-la, esse processo pode ser utilizado para uma limpeza mais rápida. Lembrando que a intenção de limpeza é muito importante para qualquer procedimento, tenha sempre em mente o processo de purificação da pedra.


  • Drusas: As drusas também podem ser utilizadas para limpar e energizar cristais mais pequenos, bastando deixá-las sobre uma drusa cerca de 24 horas. As drusas mais utilizadas para limpar e energizar outros cristais são as drusas de quartzo incolor ou as drusas de ametista.


O segundo passo é fundamental como o primeiro, para que se “acorde” o cristal, para ativar todas as suas potencialidades: A energização de seus cristais.


  • Sol, fogueiras e velas: O sol é a energia yang, é a força masculina, a ativa. Assim como o fogo, que é imponente, enérgico. Estas são formas muito boas de energização de pedras. Fique atento, pois não é indicado para nenhuma pedra tomar sol por muitas horas, ou depois das 10 horas da manhã, e preste atenção se suas pedras não fazem parte do grupo das que não gostam de sol ou não aturam calor. Se fizerem parte destes grupos, tente a energia lunar.


  • Lua: A lua é a energia yin, é a força feminina, a delicada e sensitiva. Coloque seu cristal em uma noite sob a luz da lua (melhor ainda se for crescente ou cheia). Porque a luz da lua é uma luz nada agressiva, recomendamos que seu cristal fique pelo menos 8 horas exposto à noite. E os efeitos de energização são potencializados se seu cristal estiver na grama ou na terra (pode ser num vaso de plantas vivas).


  • Terra e grama: Coloque suas pedras na terra (no pátio, se tiver, ou num vaso de plantas) ou na grama. As pedras e os cristais vieram da terra, sendo esta uma excelente forma de energização. Você pode enterrá-los ou deixá-los apenas no chão, sempre cuidando com o contato solar, e sendo sempre uma ótima opção deixá-los à noite na exposição lunar.


  • Chuva, cachoeira, mar e rios: Da mesma forma que estes elementos limpam, eles também energizam os cristais. Se você tiver acesso fácil a eles, não deixe de utilizar a água corrente no processo. Eles possuem uma energia muito leve, limpa e que carregam em si bastante vibração da intuição da natureza.


  • Drusas: Como mostrado antes o poderoso agente de purificação e energização das drusas, se você tiver uma pedra dessas, não deixe de a utilizar para tais fins. Assim você estará aproveitando ao máximo suas propriedades.


Sabendo que a purificação e energização das pedras e cristais pode ser feita com todo e qualquer elemento da terra (luz do sol, da lua, pelo fogo, pela terra, na tempestade, na chuva, na cachoeira, mar, por defumação, dentre outros), a narrativa não para por aí. Existem tantas maneiras criativas e eficientes para cuidar de pedras e cristais, que cada um pode encontrar e desenvolver o seu próprio formato (inclusive com músicas, incensos, danças e daí por diante). Após um tempo de uso e com maior experiência, você saberá melhor qual método será mais eficaz e mais adequado para você e para a pedra.


Também, a energização pode depender do tipo de energia mais propício à pedra ou ao trabalho que será desenvolvido com ela. Alguns exemplos: Para lidar com sensação de marasmo, preguiça ou depressão, por exemplo, podemos associar que o adequado para este caso será colocar a pedra próxima ao fogo. Caso não seja possível ou não tão necessário, coloque sob o sol por algumas horas para absorver luz (é claro que a pedra deve ser alguma que se enquadre melhor para o caso, como a Hematita ou o Olho de Tigre). Para uma maior receptividade, maior intuição, uma boa forma é utilizar a luz da lua, um símbolo do feminino, do sensitivo (você pode utilizar pedras como a Labradorita ou a Ametista). Se, por sua vez, a procura é por aterrar ideias e emoções (muitas vezes sentimos que não temos muito foco ou estamos no “mundo da lua”), nada melhor do que a terra para este caso (você pode tentar utilizar um Citrino para esta intenção). E é por meio de associações que você faz dos elementos em conjunto com o conhecimento de suas pedras, que o trabalho se torna mais eficiente e adequado às necessidades de cada pessoa.


Para alcançar os objetivos com grande eficiência, é preciso manter as pedras e cristais limpos e energizados. Se você sentir de energizá-los uma vez por semana, ou uma vez por dia, é você quem vai decidir. O processo de limpeza e energização das pedras mantém suas frequências ressoando em nós e no ambiente com maior estabilidade e clareza.


Depois de purificadas e energizadas, utilize-as com você, com pingentes, colares ou anéis, ou dentro da bolsa, mochila, deixe algum em casa, no trabalho e até no carro. Você pode meditar com elas, pode colocar por um período sobre um local enfermo, ou utilizar como amuleto de proteção.



Aqui, as possibilidades são muitas. Acredite sempre no potencial de suas pedras e lembre-se: a chave de tudo é a intenção que se coloca em todos os processos (da limpeza à cura e proteção).


Se ainda possuir alguma dúvida sobre a limpeza de seus cristais, fale com a gente através da nossa página de contato. Iremos lhe ajudar com muito prazer.


Namastê!

INSTITUCIONAL

SUPORTE

CONTATO

taiart@taiart.com.br

(51) 3311 5410

(48) 3254 4034

FORMAS DE PAGAMENTO

Show More
  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone Facebook

TAIART COMERCIO VAREJISTAS DE ARTIGOS DE ARTES LTDA 

CNPJ: 21.443.683/0001-21

RUA PREFEITO JOÃO ORESTES DE ARAUJO , 246 ( sala 5, 6 e 7)  | Garopaba (SC) e Porto Alegre (RS)

© 2020 por equipe Taiart